Páginas

Candidato é preso por fraude em concurso do TRE

31 agosto 2015
Um candidato ao concurso do TRE no Maranhão foi preso pela PF. Com ele estavam transmissores e receptores(presos ao corpo), ponto eletrônico e dois celulares. O candidato foi preso pela manhã

Leia Mais...

Concursos públicos abertos 29/08/15

29 agosto 2015
Confira a lista com concursos públicos com edital publicado. São quase 3,8 mil vagas com salários de até 14 mil reais.

Leia Mais...

MPT abre o 19º Concurso Público com nove vagas para Procuradores do Trabalho

22 janeiro 2015
MPT abre o 19º Concurso Público com nove vagas para Procuradores do Trabalho
O Ministério Público do Trabalho (MPT) anunciou a abertura do 19º Concurso Público, destinado ao provimento de nove vagas no cargo de Procurador do Trabalho.
As oportunidades serão preenchidas nas Procuradorias Regionais do Trabalho e nas unidades nos municípios a elas vinculadas, como consta a seguir:
PTM de Itaguaí (1),
2ª Região - SP: São Paulo (1),
4ª Região - RS: PTM de Pelotas (1),
6ª Região - PE: Recife ( 1),
10ª Região - DF: Brasília (1),
17ª Região - ES: Vitória (1),
18ª Região - GO: Goiânia (1),
23ª Região - MT: PTM de Água Boa (1),
24ª Região - MS: PTM de Corumbá (1).
Entre os dias 2 de fevereiro de 2015 e 12 de março de 2015, serão recebidas as inscrições preliminares, pelo site www.portal.mpt.gov.br, com o recolhimento da taxa no valor de R$ 220,00.
Podem concorrer bacharéis em Direito que apresentem, no mínimo, três anos de atividade jurídica.
Os profissionais que tiverem os pedidos homologados serão submetidos às Provas Objetiva e Subjetiva e Prática. Os classificados efetuarão as inscrições definitivas entre 13 e 20 de outubro de 2015, para então, realizarem a Prova Oral.
Mais informações podem ser obtidas no documento disponível em nosso site.
Leia Mais...

MPU - Prazo para técnico e analista abre nesta sexta, 23. Até R$8.929

22 janeiro 2015
O Ministério Público da União (MPU) lançou o edital de abertura do concurso público para o provimento de 25 vagas e formação de cadastro de reserva, nas funções de técnico (22) e analista (3), de 2º e 3º graus, respectivamente. As inscrições começam às 10h desta sexta, dia 23 de janeiro, com atendimento até as 23h59 de 11 de fevereiro, no site do organizador do certame, o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB). As oportunidades são para lotação no Distrito Federal, Rio de Janeiro, São Paulo, Espírito Santo, Rio Grande do Sul e outros estados. A remuneração inicial é de R$5.758,82 para técnico e R$8.929,06 para analista, valores compostos de vencimento básico de, em ordem, R$5.007,82 e R$8.178,06, além de auxílio-alimentação de R$751, pela carga horária de 40 horas semanais.

Para o cargo de nível médio, que também exige carteira de habilitação na categoria "D" ou "E", a especialidade abrangida é a de Segurança Institucional e Transporte, da área de apoio técnico-administrativo. O Distrito Federal recebeu o maior número de vagas (10) para a carreira. Para graduados, há três vagas imediatas de analista, sendo uma para cada especialidade contemplada no concurso: Atuarial, da área de apoio técnico-administrativo, para quem tem diploma em Ciências Contábeis e Atuariais ou Ciências Atuariais; Finanças e Controle, da área de apoio técnico-especializado, para formados em qualquer curso de graduação; e Engenharia Química, do grupo de Perícia, para quem tem diploma na área de formação em questão.

O cadastro deverá ser feito no período citado, somente via internet, observado o horário de Brasília. É necessário o pagamento de taxa no valor de R$110 ou R$140, por meio de boleto bancário, respectivamente para técnico e analista, até o dia 3 de março, em qualquer agência de banco, casa lotérica ou nos Correios. O inscrito no CadÚnico que também for membro de família de baixa renda pode requerer isenção do pagamento da taxa na página do Cespe/UnB, entre as 10h do dia 23 de janeiro e as 23h59 de 11 de fevereiro. Neste prazo, é necessário enviar ao organizador, através de seu site, os documentos comprobatórios e solicitados no edital, anexado abaixo, seguindo as instruções que nele constam.

Para concorrer às vagas reservadas a candidatos com deficiência, o interessado deve declarar sua condição no ato da inscrição e encaminhar ao Cespe/UnB, via Sedex ou carta registrada com aviso de recebimento, cópia do CPF e do documento de identidade, além do original ou da cópia autenticada do laudo médico que atesta a deficiência, também até o dia 11 de fevereiro. Os candidatos serão avaliados por provas objetivas - de Conhecimentos Básicos e Específicos - e discursiva, sendo a última somente para analista, em 22 de março, em locais cuja divulgação ocorrerá uma semana antes, no dia 16, na página do Cespe/UnB. Técnicos realizarão, ainda, Teste de Aptidão Física (TAF), avaliação médica e passarão por programa de formação profissional, em datas posteriores. O concurso será válido por dois anos, prorrogáveis por igual período.

Serviço:
Cespe/UnB - www.cespe.unb.br/concursos/MPU_15/
Endereço de envio de documentos para candidatos com deficiência - Central de Atendimento do Cespe - Concurso MPU/2015 (laudo médico) - Caixa postal 4488, CEP 70904-970, Brasília, DF

Leia Mais...

Concursos previstos mais esperados para 2015

30 dezembro 2014

Que tal já ir se preparando?

Com a areia da ampulheta esgotando-se, 2014 suspira seus últimos fôlegos, um ciclo de oportunidades e realizações se encerra. Em termos de concurso público quem alcançou, alcançou, quem não alcançou, não alcança mais, ao menos este ano. Mas 2015 está ai batendo à porta cheio de novas oportunidades na carreira pública. Portanto, assim como ano passado, vamos dar uma olhada na lista com alguns dos melhores concursos esperados para o ano que chega. Afinal o ano ainda não começou mas isso não significa que não podemos já começar os estudos e as preparações para conseguir a nomeação desejada.

Ministério do Trabalho e Emprego (MTE)

Se espera que sejam autorizadas 847 vagas para auditor fiscal do trabalho, de acordo com nota do Ministério do planejamento. Se espera também cerca de 100 vagas para analista técnico de politicas sociais. Definição do número exato de vagas só com publicação Diário Oficial da União. Para ambos os casos exige-se nível superior e as remunerações iniciais ficam em torno de R$ 15 mil para auditor e R$ 5 mil para analista com possibilidade de aumento em breve. O último concurso para auditor foi em 2013 pelo Cespe/UnB e para analista 2012 pela Esaf.

Receita Federal do Brasil (RFB)

A autorização do concurso já está pedida para auditor fiscal e analista tributário, com exigência de nível superior para ambos, além das vagas para carreira administrativa que pertencem ao Ministério da Fazenda, não foi divulgado ainda se estas serão de nível médio ou superior. Os salários ficam em torno de R$ 15 mil para auditor e R$ 9 mil para analista. Provas anteriores pela Esaf.


Polícia Rodoviária Federal (PRF)

Existe pedido de mais de 1500 vagas para policial rodoviário federal. A remuneração fica em torno de R$ 6 mil por mês. O último concurso foi em 2013 pelo Cespe/UnB. Além das provas teóricas é necessário também estar atento ao teste de avaliação física.



Ministério do Meio Ambiente (MMA)

São esperadas 100 vagas para agente administrativo, as quais já foram pedidas. O cargo exige nível médio e se espera que todas as vagas sejam latadas em Brasília. A remuneração inicial fica em torno de R$ 3,5 mil. A última prova foi em 2015 e a banca o Cespe/UnB.





Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES)

O concurso anterior expira em junho, logo se espera novo edital em 2015 pois a instituição ficara sem reserva de funcionários. A última prova foi em 2012 pela Fundação Cesgranrio. Os salários ficam na faixa de R$ 4 mil para técnico em R$ 10 para profissional básico. a jornada é de 35 horas semanais.




Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)

Foram pedidas 1044 vagas para técnico em informações geográficas e estatísticas, nível médio, e mais cerca de 500 para analista e tecnologista, nível superior. Há grande necessidade do concurso segundo o IBGE. Os salários iniciais são de cerca de R$ 3 mil para nível médio e  R$ 7 mil para nível superior. O último concurso foi em 2013 pela Cesgranrio.

Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)

Foram solicitadas 4730 vagas, destas 2000 são para técnico( nível médio), 1150 para médico perito e 1580 para analista do seguro social(ambos nível superior). No INSS há cerca de 10 mil funcionários em condições de se aposentar e previsão de mais 10 mil até 2017 segundo o TCU. A remuneração fica em torno de R$ 4 mil para técnico, R$ 6 mil para analista e R$ 10 mil para perito. As últimas provas foram em 2011 pela Fundação Carlos Chagas para técnico e perito e em e em 2013 pela Funrio para analista.

Banco do Brasil (BB)

O prazo de validade dos últimos concursos está se esgotando e haverá necessidade de novas concorrências em diversas regiões do país. O salário fica em torno de R$ 2 mil mais gratificações e a carga horária é de 30 horas semanais. a última prova foi em 2013 pela Fundação Carlos Chagas. Uma novidade é que se espera a inclusão de língua estrangeira entre as matérias cobradas no próximo certame.



Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN)

Para 2015 são pedidas 640 vagas, a maior parte para agente penitenciário nacional e o restante para especialista em assistência penitenciária e técnico em apoio à assistência penitenciária.  Salários de cerca de R$ 5 mil para agente, R$ 3,5 para técnico e R$ 5 mil para especialista. Última prova em 2013 pelo Cespe/UnB.




Instituto Nacional de Meteorologia (INMET)

Temos 242 vagas já autorizadas na portaria 435, de 18 de novembro. O edital deve sair dentro do prazo de seis meses. São 38 vagas para assistente e 74 para técnico( nível médio), 44 para analista 34 para pesquisador e 52 para tecnologista( nível superior).  O concurso objetiva substituir os terceirizados na instituição. Os salários vão de R$ 2,8 mil para nível médio até R$ 5,8 mil para superior. O último concurso foi em 2015 pela Cetro.






Gostaram das opções? Animados com as oportunidades esperadas? Quem sabe daqui doze meses não possam estar em situação muito mais confortável. Bom 2015 e boa sorte!

Leia Mais...

Para passar em concurso público

22 outubro 2014
Quantas vezes você já deve ter se perguntando: Como passar num concurso público? Ou até mesmo lido inúmeras dicas a respeito na internet, ou ouvido essas dicas de algum professor. Certamente essas dicas são valiosas, mas a resposta precisa estar dentro de você.

Digo isso porque você precisa estar certo de que “não está velho para estudar”, por exemplo. Ou que ainda tem capacidade para encarar o desafio dos livros e apostilas mesmo estando afastado muitos anos dos livros. Ou ainda pensar que é melhor começar a preparação logo, enquanto ainda é bem jovem, para garantir o futuro tranquilo financeiramente.

Bem, seja lá qual o perfil que você tenha – de 18 a 65 anos – é preciso se programar para estudar e investir nisso. Concurso público é um projeto de vida e deve ser encarado dessa forma. Guarde algumas economias para comprar bons livros e se matricular em um bom curso – pegue referências para não cair em ciladas. Depois, reserve tempo para esses estudos – que podem durar um pouco mais ou um pouco menos, de acordo com sua disponibilidade.

Quero lembrar que vai partir de você a decisão de estar antenado no mundo dos concursos e se dedicar a isso. Não tem outra forma de passar para o serviço público.

Será que agora respondi a pergunta mais feita nas salas de aulas nos últimos tempos? Espero que sim. Vá em frente e não desanime. Tudo é uma questão de tempo apenas. Como diz uma grande amiga minha, Lia Salgado, esteja preparado para vencer a sua maratona! Mais cedo ou mais tarde, com empenho, eu sou capaz de garantir que você conquistará, sim, a sua vaga.


Bons estudos!
Fonte: Folha Dirigida
Leia Mais...

A tão cobiçada carreira no serviço público

15 outubro 2014
A carreira pública tornou-se uma ambição para grande parte dos brasileiros. A explicação é simples: salário fixo e estabilidade. Para os profissionais liberais, em particular, o interesse acaba sendo ainda maior, pois a grande maioria desses profissionais ganha o quanto trabalha. São profissionais dependentes do mercado e da clientela. Essa relação gera insegurança e os leva não a abandonar de vez a vocação, mas a garantir um rendimento fixo e seguro, sempre que possível mantendo a atividade profissional vocacionada. O serviço público, para essas pessoas, não é uma derrota profissional.

A contratação daqueles profissionais liberais pelo serviço público sempre foi significativa. Para advogados, então... Nem se fala! Há uma vasta quantidade de concursos da área jurídica a cada ano - para promotores, juízes, defensores e analistas. O mesmo ocorre com médicos e dentistas. No entanto, o problema na área de saúde é o salário pago por esses serviços. Essa anomalia acaba empurrando esses profissionais para cargos sem exigência de formação específica no serviço público.

 Nos grandes centros urbanos, com a proliferação de faculdades de medicina, direito e odontologia, passamos da falta para o excesso de profissionais. Com a grande oferta, a pulverização da clientela pode fazer com que os profissionais recém-formados ou mais velhos tenham dificuldade de garantir uma quantidade mínima de clientes que viabilize a sobrevivência. E aí entra o serviço público. O profissional garante um trabalho honesto, seguro e remunerado justamente e ainda pode exercer a atividade inicial. O que era a principal fonte de renda passa a ser um complemento salarial.

Você pode escolher um concurso associado a uma área que já tenha certo conhecimento. Digamos que você tenha conhecimentos na área fiscal. Escolher um concurso nessa área pode ser um facilitador. Não que obrigatoriamente o que você estudou na escola, ou na faculdade, vá ser pedido na prova. Veja bem, não é sobre isso que estou falando. O que digo é que você terá algum “treinamento”, alguma “intimidade” com a linguagem que verá pela frente.

Paralelamente, há espaço para todos os níveis de escolaridade. Quem tem nível fundamental pode ganhar em torno de R$1 mil por mês, mais benefícios que elevam de forma significativa o montante no fim do mês. Para nível médio, há oportunidades em torno de R$3 mil mensais, mais os benefícios, como citei anteriormente, que são sempre oferecidos no serviço público. Para nível superior, os salários também são superiores, podem passar de R$10 mil. Sendo assim, independente da sua formação profissional, o serviço público será sempre uma excelente opção de futuro.

Mesmo levando em consideração que o salário é um dos principais fatores, é bom pensar se você quer mesmo passar o resto da sua vida como servidor público. Conheça o trabalho que vai desempenhar para que não se frustre no futuro por ter deixado para trás a profissão ou outros desejos, como o de montar o próprio negócio. Se bem que você com um bom salário pode, simultaneamente, desempenhar sua profissão nas horas em que não estiver em seu papel de servidor público. Veja um artista plástico. Nada impede que ele pinte e exponha quadros, por exemplo, fora do expediente.

O grande segredo é entender que devemos entrar para essa batalha acreditando não na vitória, mas que estaremos dando o melhor de nós naquele momento! Com esse pensamento, não há como não ter resultados e conquistas!

Bons estudos!
Fonte: Folha Dirigida
Leia Mais...