Páginas

INSS - Prazo aberto!

27 janeiro 2016
Quem pretende ingressar no quadro de pessoal do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) tem até o dia 22 de fevereiro para se inscrever no site do Cebraspe (antigo Cespe/UnB), organizador, e concorrer a uma das 950 vagas oferecidas. Além da estabilidade empregatícia e da chance de receber uma remuneração bem atrativa, os interessados devem considerar a possibilidade de contratações adicionais serem realizadas pelo INSS.

Das vagas disponibilizadas, 800 são destinadas ao cargo de técnico de seguro social, que exige apenas o nível médio (antigo 2º grau) e tem remuneração de R$5.344,87, composta pelo vencimento básico de R$639,18, gratificação de atividade executiva (GAE) de R$1.022,69, gratificação de desempenho de atividades do seguro social de R$3.225 (GDASS) e auxílio-alimentação de R$458. Os servidores do INSS recebem assistência à saúde de R$117,78 (passará a R$145, em agosto) e auxílio-creche de R$321.

A autarquia oferece também 150 oportunidades de analista do seguro social, cargo destinado a graduados em Serviço Social. Para esses, os ganhos são de R$7.954,09, com vencimentos de R$890,42, GAE de R$1.424,67, GDASS de R$5.181 e auxílio-alimentação de R$458. Os demais benefícios também são propiciados aos analistas. Em agosto deste ano, as remunerações passarão para R$5.498,90, no caso de técnico, e para R$8.135,25, no de analista, em virtude de acordo sindical após a greve do ano passado.

As taxas de inscrição são de R$65 para técnico e R$80 para analista. Os membros de família de baixa renda que forem inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) podem pedir isenção da taxa, no site do organizador, durante todo o prazo de inscrições. Em concordância com a lei, há reserva de vagas para candidatos negros (20%) e portadores de deficiência (5%), que passarão por uma perícia médica.

Conforme já citado, os candidatos devem considerar o elevado índice de convocações realizadas durante o prazo de validade das seleções do INSS. Em 2011, quando o órgão ofereceu 1.875 vagas, 5.020 participantes foram chamados. E essa tradição deverá ser mantida, já que as aposentadorias previstas - cerca de 10 mil servidores estão em condições de solicitar esse benefício no INSS - reforçam a necessidade de contratações extras.

A prova objetiva, única etapa da seleção, está marcada para 15 de maio, em todas as capitais de estado e no Distrito Federal, além de outras cidades do país. No Estado do Rio de Janeiro, as avaliações ocorrerão na capital, Campos dos Goytacazes, Duque de Caxias, Niterói, Petrópolis e Volta Redonda. Serão propostas 120 questões, pela manhã, para os candidatos a analista, e à tarde, no caso dos postulantes a técnico. Os participantes podem concorrer a vagas de um estado e fazer as provas em outro, informando no ato da inscrição.

Para nível médio, as 120 questões versarão sobre Conhecimentos Básicos (Ética no Serviço Público, Regime Jurídico Único, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Administrativo, Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico e Noções de Informática) e específicos. Para analista, haverá a mesma estrutura, mas serão cobrados itens de Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico, Noções de Informática, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Legislação Previdenciária, Legislação da Assistência Social, Saúde do Trabalhador e da Pessoa com Deficiência.

Fonte: Folha Dirigida
Leia Mais...

Apesar de suspensão de novos concursos, candidatos têm opções de vagas este ano

26 janeiro 2016
Com a suspensão de autorizações para concursos em 2016, medida integrante do ajuste fiscal do governo federal, os interessados em uma vaga no serviço público ficaram com menos opções para conquistar o sonho da estabilidade profissional. Mas ainda há oportunidades de tentar obter a aprovação. Os processos seletivos federais que já haviam sido autorizados em 2015 são uma delas. No momento, há dois com inscrições abertas e um com edital previsto para o primeiro semestre.

Juntas, as três seleções federais totalizam 1.970 vagas. Até 28 de janeiro, estão abertas as inscrições para 600 vagas de nível médio e superior no Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com prazo mais folgado, até 22 de fevereiro, outra oportunidade são as 950 vagas também de nível médio e superior do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Por fim, a Fundação Nacional do Índio (Funai) foi autorizada a realizar processo seletivo a fim de preencher 220 vagas.

Ainda como alternativa estão as seleções de órgãos e entidades que não dependem da autorização do governo federal. O Ministério do Planejamento informou que autoriza concursos para ministérios, autarquias e fundações. As seleções do Judiciário, estados, municípios e empresas públicas, por exemplo, não são reguladas pela pasta. Segundo Alexandre Crispi, diretor-presidente do grupo de preparação para concursos e vestibulares Alub, há boas chances entre essas opções em 2016.

“Temos previstos concursos dos Correios, do Banco do Brasil e da Caixa Econômica [enquadram-se na categoria empresas públicas, não afetadas pela suspensão]”, destaca. De acordo com ele, anualmente são ofertadas no país cerca de 120 mil vagas em concursos, entre seleções federais, estaduais e municipais. Este ano, com a suspensão das seleções federais, Crispi estima que o número caia para 90 mil vagas. Ele admite que a redução espantou alguns alunos, causando queda de 15% a 20% no número de matrículas. No entanto, segundo ele, a debandada foi de estudantes com menos conhecimento e hábito em relação à dinâmica dos concursos públicos.

“Aquele aluno mais imaturo, que não entende de concurso, realmente não está estudando. Ele acredita, erroneamente, que dá para se preparar para um concurso em três meses ou quando abre um edital. Mas os cursinhos mantiveram o estudante profissional, que sabe que tem que se preparar com uma antecedência de seis meses a um ano. Eles estão conscientes de que o melhor momento para se preparar é agora. Quando voltar à normalidade, estarão muito melhores que os outros.”

O governo federal anunciou a suspensão de novos concursos públicos em setembro do ano passado, dentro de pacote com várias medidas para redução de gastos e aumento da arrecadação tributária em 2016. Na ocasião, o governo estimou que pouparia R$ 1,5 bilhão apenas com a medida relativa aos concursos. Além de estarem mantidas as seleções que já haviam sido autorizadas em 2015, o Planejamento informou, por meio de nota, que pode haver exceção no caso de autorizações para novos concursos visando a substituição de terceirizados. As nomeações também estão asseguradas.

Via EBC
Leia Mais...

Candidato é preso por fraude em concurso do TRE

31 agosto 2015
Um candidato ao concurso do TRE no Maranhão foi preso pela PF. Com ele estavam transmissores e receptores(presos ao corpo), ponto eletrônico e dois celulares. O candidato foi preso pela manhã

Leia Mais...

Concursos públicos abertos 29/08/15

29 agosto 2015
Confira a lista com concursos públicos com edital publicado. São quase 3,8 mil vagas com salários de até 14 mil reais.

Leia Mais...

MPT abre o 19º Concurso Público com nove vagas para Procuradores do Trabalho

22 janeiro 2015
MPT abre o 19º Concurso Público com nove vagas para Procuradores do Trabalho
O Ministério Público do Trabalho (MPT) anunciou a abertura do 19º Concurso Público, destinado ao provimento de nove vagas no cargo de Procurador do Trabalho.
As oportunidades serão preenchidas nas Procuradorias Regionais do Trabalho e nas unidades nos municípios a elas vinculadas, como consta a seguir:
PTM de Itaguaí (1),
2ª Região - SP: São Paulo (1),
4ª Região - RS: PTM de Pelotas (1),
6ª Região - PE: Recife ( 1),
10ª Região - DF: Brasília (1),
17ª Região - ES: Vitória (1),
18ª Região - GO: Goiânia (1),
23ª Região - MT: PTM de Água Boa (1),
24ª Região - MS: PTM de Corumbá (1).
Entre os dias 2 de fevereiro de 2015 e 12 de março de 2015, serão recebidas as inscrições preliminares, pelo site www.portal.mpt.gov.br, com o recolhimento da taxa no valor de R$ 220,00.
Podem concorrer bacharéis em Direito que apresentem, no mínimo, três anos de atividade jurídica.
Os profissionais que tiverem os pedidos homologados serão submetidos às Provas Objetiva e Subjetiva e Prática. Os classificados efetuarão as inscrições definitivas entre 13 e 20 de outubro de 2015, para então, realizarem a Prova Oral.
Mais informações podem ser obtidas no documento disponível em nosso site.
Leia Mais...

MPU - Prazo para técnico e analista abre nesta sexta, 23. Até R$8.929

22 janeiro 2015
O Ministério Público da União (MPU) lançou o edital de abertura do concurso público para o provimento de 25 vagas e formação de cadastro de reserva, nas funções de técnico (22) e analista (3), de 2º e 3º graus, respectivamente. As inscrições começam às 10h desta sexta, dia 23 de janeiro, com atendimento até as 23h59 de 11 de fevereiro, no site do organizador do certame, o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB). As oportunidades são para lotação no Distrito Federal, Rio de Janeiro, São Paulo, Espírito Santo, Rio Grande do Sul e outros estados. A remuneração inicial é de R$5.758,82 para técnico e R$8.929,06 para analista, valores compostos de vencimento básico de, em ordem, R$5.007,82 e R$8.178,06, além de auxílio-alimentação de R$751, pela carga horária de 40 horas semanais.

Para o cargo de nível médio, que também exige carteira de habilitação na categoria "D" ou "E", a especialidade abrangida é a de Segurança Institucional e Transporte, da área de apoio técnico-administrativo. O Distrito Federal recebeu o maior número de vagas (10) para a carreira. Para graduados, há três vagas imediatas de analista, sendo uma para cada especialidade contemplada no concurso: Atuarial, da área de apoio técnico-administrativo, para quem tem diploma em Ciências Contábeis e Atuariais ou Ciências Atuariais; Finanças e Controle, da área de apoio técnico-especializado, para formados em qualquer curso de graduação; e Engenharia Química, do grupo de Perícia, para quem tem diploma na área de formação em questão.

O cadastro deverá ser feito no período citado, somente via internet, observado o horário de Brasília. É necessário o pagamento de taxa no valor de R$110 ou R$140, por meio de boleto bancário, respectivamente para técnico e analista, até o dia 3 de março, em qualquer agência de banco, casa lotérica ou nos Correios. O inscrito no CadÚnico que também for membro de família de baixa renda pode requerer isenção do pagamento da taxa na página do Cespe/UnB, entre as 10h do dia 23 de janeiro e as 23h59 de 11 de fevereiro. Neste prazo, é necessário enviar ao organizador, através de seu site, os documentos comprobatórios e solicitados no edital, anexado abaixo, seguindo as instruções que nele constam.

Para concorrer às vagas reservadas a candidatos com deficiência, o interessado deve declarar sua condição no ato da inscrição e encaminhar ao Cespe/UnB, via Sedex ou carta registrada com aviso de recebimento, cópia do CPF e do documento de identidade, além do original ou da cópia autenticada do laudo médico que atesta a deficiência, também até o dia 11 de fevereiro. Os candidatos serão avaliados por provas objetivas - de Conhecimentos Básicos e Específicos - e discursiva, sendo a última somente para analista, em 22 de março, em locais cuja divulgação ocorrerá uma semana antes, no dia 16, na página do Cespe/UnB. Técnicos realizarão, ainda, Teste de Aptidão Física (TAF), avaliação médica e passarão por programa de formação profissional, em datas posteriores. O concurso será válido por dois anos, prorrogáveis por igual período.

Serviço:
Cespe/UnB - www.cespe.unb.br/concursos/MPU_15/
Endereço de envio de documentos para candidatos com deficiência - Central de Atendimento do Cespe - Concurso MPU/2015 (laudo médico) - Caixa postal 4488, CEP 70904-970, Brasília, DF

Leia Mais...

Concursos previstos mais esperados para 2015

30 dezembro 2014

Que tal já ir se preparando?

Com a areia da ampulheta esgotando-se, 2014 suspira seus últimos fôlegos, um ciclo de oportunidades e realizações se encerra. Em termos de concurso público quem alcançou, alcançou, quem não alcançou, não alcança mais, ao menos este ano. Mas 2015 está ai batendo à porta cheio de novas oportunidades na carreira pública. Portanto, assim como ano passado, vamos dar uma olhada na lista com alguns dos melhores concursos esperados para o ano que chega. Afinal o ano ainda não começou mas isso não significa que não podemos já começar os estudos e as preparações para conseguir a nomeação desejada.

Ministério do Trabalho e Emprego (MTE)

Se espera que sejam autorizadas 847 vagas para auditor fiscal do trabalho, de acordo com nota do Ministério do planejamento. Se espera também cerca de 100 vagas para analista técnico de politicas sociais. Definição do número exato de vagas só com publicação Diário Oficial da União. Para ambos os casos exige-se nível superior e as remunerações iniciais ficam em torno de R$ 15 mil para auditor e R$ 5 mil para analista com possibilidade de aumento em breve. O último concurso para auditor foi em 2013 pelo Cespe/UnB e para analista 2012 pela Esaf.

Receita Federal do Brasil (RFB)

A autorização do concurso já está pedida para auditor fiscal e analista tributário, com exigência de nível superior para ambos, além das vagas para carreira administrativa que pertencem ao Ministério da Fazenda, não foi divulgado ainda se estas serão de nível médio ou superior. Os salários ficam em torno de R$ 15 mil para auditor e R$ 9 mil para analista. Provas anteriores pela Esaf.


Polícia Rodoviária Federal (PRF)

Existe pedido de mais de 1500 vagas para policial rodoviário federal. A remuneração fica em torno de R$ 6 mil por mês. O último concurso foi em 2013 pelo Cespe/UnB. Além das provas teóricas é necessário também estar atento ao teste de avaliação física.



Ministério do Meio Ambiente (MMA)

São esperadas 100 vagas para agente administrativo, as quais já foram pedidas. O cargo exige nível médio e se espera que todas as vagas sejam latadas em Brasília. A remuneração inicial fica em torno de R$ 3,5 mil. A última prova foi em 2015 e a banca o Cespe/UnB.





Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES)

O concurso anterior expira em junho, logo se espera novo edital em 2015 pois a instituição ficara sem reserva de funcionários. A última prova foi em 2012 pela Fundação Cesgranrio. Os salários ficam na faixa de R$ 4 mil para técnico em R$ 10 para profissional básico. a jornada é de 35 horas semanais.




Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)

Foram pedidas 1044 vagas para técnico em informações geográficas e estatísticas, nível médio, e mais cerca de 500 para analista e tecnologista, nível superior. Há grande necessidade do concurso segundo o IBGE. Os salários iniciais são de cerca de R$ 3 mil para nível médio e  R$ 7 mil para nível superior. O último concurso foi em 2013 pela Cesgranrio.

Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)

Foram solicitadas 4730 vagas, destas 2000 são para técnico( nível médio), 1150 para médico perito e 1580 para analista do seguro social(ambos nível superior). No INSS há cerca de 10 mil funcionários em condições de se aposentar e previsão de mais 10 mil até 2017 segundo o TCU. A remuneração fica em torno de R$ 4 mil para técnico, R$ 6 mil para analista e R$ 10 mil para perito. As últimas provas foram em 2011 pela Fundação Carlos Chagas para técnico e perito e em e em 2013 pela Funrio para analista.

Banco do Brasil (BB)

O prazo de validade dos últimos concursos está se esgotando e haverá necessidade de novas concorrências em diversas regiões do país. O salário fica em torno de R$ 2 mil mais gratificações e a carga horária é de 30 horas semanais. a última prova foi em 2013 pela Fundação Carlos Chagas. Uma novidade é que se espera a inclusão de língua estrangeira entre as matérias cobradas no próximo certame.



Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN)

Para 2015 são pedidas 640 vagas, a maior parte para agente penitenciário nacional e o restante para especialista em assistência penitenciária e técnico em apoio à assistência penitenciária.  Salários de cerca de R$ 5 mil para agente, R$ 3,5 para técnico e R$ 5 mil para especialista. Última prova em 2013 pelo Cespe/UnB.




Instituto Nacional de Meteorologia (INMET)

Temos 242 vagas já autorizadas na portaria 435, de 18 de novembro. O edital deve sair dentro do prazo de seis meses. São 38 vagas para assistente e 74 para técnico( nível médio), 44 para analista 34 para pesquisador e 52 para tecnologista( nível superior).  O concurso objetiva substituir os terceirizados na instituição. Os salários vão de R$ 2,8 mil para nível médio até R$ 5,8 mil para superior. O último concurso foi em 2015 pela Cetro.






Gostaram das opções? Animados com as oportunidades esperadas? Quem sabe daqui doze meses não possam estar em situação muito mais confortável. Bom 2015 e boa sorte!

Leia Mais...